Dicas para aderir o Veganismo além da alimentação

Veganismo é uma evolução constante para reduzir ao máximo a relação do nosso consumo com o uso de animais, e visando esclarecer cada vez mais a visão do modo de vida vegan, separamos algumas dicas para aderir o Veganismo além da alimentação.

Fazer escolhas para viver bem e em um mundo melhor começa pela opção do que comemos, mas vai muito além: envolve todo o nosso modo de vida.

Estamos falando de convicções éticas que fundamentam uma vida de respeito e amor aos animais. Por isso, os veganos rejeitam toda e qualquer exploração ou forma de sofrimento animal provocado para benefício humano.

Para aderir ao Veganismo, além de se tornar vegetariano estrito – ou seja, não consumir nenhum alimento de origem animal, incluindo ovos, leite e seus derivados, mel – a pessoa deixa de utilizar produtos de origem animal, como couro, seda e lã e que usam ingredientes vindos da exploração deles, a exemplo dos cosméticos que são testados em animais.

A melhor forma de começar é aos poucos, aumentando o consumo de itens que respeitam os animais em detrimento aos de origem animal.

1. Você pode começar pelo entretenimento.

Elimine da sua vida as opções de diversão que envolvem animais, como filmes, circos, rodeios, zoológicos e aquários. Se a maioria das pessoas deixar de dar audiência para atrações que exploram os animais, elas deixarão de existir, pois se tornarão não lucrativas. Procure escolher outros tipos de diversão que te faça bem e mantenha sua consciência tranquila. Esse primeiro passo irá te deixar muito mais leve e tranquilo com sua consciência.

2. Escolha melhor aquilo que veste.

Você pode andar na moda e seguir o seu próprio estilo respeitando os animais. Existem diversas marcas veganas e ecológicas que são livres de sofrimento animal.

Esse é um bom momento para repensar seus modos de consumo e aderir à chamada “moda ética”, que não utiliza tecido, tintas, borrachas ou matrizes de fabricação de origem animal.

3. Faça pequenas mudanças na sua rotina.

A escolha consciente de produtos que não exploram animais vai além da alimentação e da moda. Ela passa por sua casa e sua saúde. Procure optar por produtos de limpeza, utensílios domésticos e mesmo medicamentos que sejam livres da exploração animal. Para facilitar, ainda são poucos, mas já existem aqui no Brasil produtos livre de crueldade. É importante pesquisar a fundo no google e enviar e-mail para o SAC das empresas perguntando se realiza o uso de animais na composição, testes, pele, exploração, entretenimento e etc.

Essas mudanças são transformações profundas, que demandam tempo e paciência. Você pode cometer erros, ter recaídas, mas o importante é continuar firme na sua jornada. Os resultados te farão se sentir cada vez melhor consigo mesmo e com o mundo.

18 médicos veganos norte-americanos que você precisa conhecer
11 receitas veganas e deliciosas para uma ceia de natal completa
Leite da amêndoas reduz o número de vacas exploradas na Califórnia
10 dons incríveis que adquirimos através do veganismo
13 documentários sobre o veganismo para você veganizar de vez
10 bons motivos para se tornar vegan

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.