Quando você souber de que a bala de goma é feita, nunca mais vai comer novamente

Quando você souber de que a bala de goma é feita, nunca mais vai comer novamente. Se ursinhos de goma, anéis de pêssego e minhoquinhas são alguns dos seus doces preferidos, é melhor parar de ler agora. A maneira como as balas de goma são feitas vai te assustar para sempre. Se você já teve algum amigo vegetariano que rejeitou um doce de frutas ou gelatina, é porque muitos destes produtos contém gelatina, que é um ingrediente feito de pele e ossos animais. Mas, saber o que é gelatina não te prepara para ver como ela é feita.

A cineasta belga Alina Kneepkens criou o curta metragem de terror abaixo que mostra, com detalhes sombrios, a maneira que a maioria das balas de gomas são feitas. Kneepkens desenrola a filmagem em sentido inverso, começando com o doce antes de mostrar sua criação sangrenta.

Os filmes de Kneepkens são uma série de vídeos de revirar o estômago mostrando a maneira que nossa comida é feita. Seus filmes de coelho com ameixa (um prato típico belga) e de morcela (?) não são para os fracos de coração.

Claro que existem substitutos veganos para as gelatinas e alguns doces são feitos com eles. Agar-agar é um substituto popular obtido a partir de algas. Agar também foi usada para criar os bolos pingo de chuva que fizeram sucesso nos EUA no início deste ano. Não tema: se você abandonou as balas de goma de vez, saiba que existem versões veganas deliciosas que você pode experimentar.

11 principais motivos para nunca mais comer peixes
Dicas para aderir o Veganismo além da alimentação
5 fatos que apontam como o consumo de ovos pode te matar
18 médicos veganos norte-americanos que você precisa conhecer
10 sobremesas veganas que agradam os paladares mais exigentes
13 ótimos vídeos sobre as proteínas que todos devem assistir

3 Comentários

  1. Olá Débora! Consta como gelatina, que são feitas através da pele de porco. Mas vale ressaltar que existem marcas que não utilizam a gelatina de origem animal, então fique atenta e leia as embalagens.

Deixe um comentário.